Avaliação

Desempenho e Funções

7.6

Conforto Sonoro

10.0

Design e Acabamento

8.7

Praticidade

8.0

Limpeza

5.3

Segurança

6.3

Outros Pontos

9.0

Nota Geral

8.6

Custo-Benefício

1

Pontos fortes

  • Jarra de vidro de qualidade
  • Ruído baixo
  • Acabamento bom

Pontos fracos

  • Base não removível
  • Pode andar
  • Volume máximo 1,3 litros
Plantão da Harpyja no Telegram para a Black Friday

Avaliação do liquidificador Philips Walita Problend 6 Ri2136 | Harpyja

Atualmente o Ri2136 é o único modelo da Philips Walita com jarra de vidro. O desenho dele segue no padrão dos outros Problend 6 que já testamos no passado como Ri2134 e Ri2135 (substituído pelo Ri2131). 

Apesar da Philips Walita ter vários liquidificadores no mercado, a cor branca não é comum. Há somente o Problend 4 RI2004, que tem grande chance de sair de linha, e o Ri2110 que tem um tom de branco puxado para o bege. Este modelo que avaliamos é totalmente branco, tendo somente um leve detalhe metálico (dourado claro) no seletor. 

Design e Acabamento

O desenho do corpo é agradável, com um bom acabamento, sem deformações no plástico e as peças com bons encontros. O dourado do seletor é meio apagado, dependendo da luz até parece meio bronze, mas pode ser um detalhe que agrade alguns. 

A impressão do texto é boa, sem muito destaque. Próximo do suporte para o copo o plástico é fosco. No modelo em preto essa diferença no plástico é mais perceptível. A vantagem do branco é que fica mais difícil de ver os riscos :-)

A jarra é simples, com ressaltos no vidro para demonstrar o volume. De um lado mostra mililítros e copos, e do outro mostra pints e onças (fl oz). O vidro usado é de borossilicato, o mesmo tipo de vidro usado nos materiais da Pyrex. A espessura da jarra também agradou, com mais de 5mm de espessura. 


O que destoou do design foi a base preta, que poderia vir em branco como todas as outras peças do liquidificador. 

A tampa também agradou, pelo desenho e pelos detalhes práticos descritos abaixo. 

Utilização

Para encaixar a tampa basta rotacionar no sentido anti-horário e as orelhas da tampa travam bem no copo. Há um rebaixo em que cabem os dedos no centro, e assim é fácil de rotacionar e levantar a tampa. Ao redor da tampa é possível usar um lado com grade ou o lado fechado. Quando o bico é fechado, a vedação é boa na frente e nas laterais, porém na parte de trás ainda fica uma fresta. Podiam ter pensado melhor nessa área. 

A tampa dosadora é boa. Ela encaixa por interferência (sem travas) e é plana, podendo ser usada como copo dosador (com marcação até 50ml). 

Apesar da marcação máxima estar em 1,5 litros, por volta de 1,3 litros já pode transbordar .

Junto com o produto vem um filtro de bagaços que encaixa bem entre a base do copo e a tampa. 

O encaixe da jarra é ótimo, muito similar ao Philips Walita Ri2134. Quando trava, fica muito bem travada, podendo até carregar o produto pela a alça. Porém não tem onde enrolar o cabo de alimentação, que por sinal poderia ser um pouco melhor e um pouco mais longo (85,5cm).

O seletor é prático de manipular. É grande com ranhuras, sendo fácil de girar mesmo com a mão molhada. 

Performance

Há 5 posições no seletor e o pulsar. Infelizmente neste liquidificador a Philips Walita seguiu-se o mesmo padrão de velocidade dos outros modelos. Isso quer dizer que há basicamente 3 velocidades significativas, pois a velocidade 1 e 2 são muito parecidas assim como a 4 e a 5. Esperamos que uma hora a Philips ofereça algo mais interessante, mas já faz anos que estão com essas mesmas velocidades. 

A variação da velocidade mínima para a máxima é próximo de 24%, um nível parecido com a média dos produtos do mercado. Seria interessante se a variação fosse maior.

Quando batendo grãos o Ri2136 teve um bom resultado, melhor que os modelos novos da linha daily (Ri2113 e Ri2110). 

Quando batendo sucos seu resultado foi abaixo da média, tendo pouca homogeneidade de corte e deixando muitos pedaços grandes. Não chegou a ir tão mal quanto o Philips Walita Ri2134, mas está longe dos "bons de corte". 

O produto tem 800W de potência e não demanda muito quando trabalhando, ou seja, está bem dimensionado para seu tamanho. As lâminas são serrilhadas e robustas para bater gelo.

Onde o Philips Walita se destaca mais é na amplitude sonora. Aqui é onde passa na frente da maioria. Mesmo na velocidade máxima, sua amplitude sonora foi mais baixa que muitos liquidificadores na velocidade mínima!

Limpeza 

Neste quesito a Philps Walita mostra que está perdendo o contato com o usuário. O produto é uma jarra de vidro, e aqueles que buscam esse tipo de produto normalmente estão preocupados com a limpeza. Aí a Philps pegou uma base plástica e travou ela, de uma maneira que o usuário não pode soltar. Quando o produto chegou para iniciarmos os testes não foi algo fácil de se conformar. Mas é isso, fizeram um liquidificador de vidro com base não removível. Pelo menos as lâminas não são pontiagudas como no Semp Liq Fit. Ainda assim, são 6 lâminas, o que dificulta o acesso. 

Depois de alguns testes ficou remanescente de farinha nos cantos, onde há o encaixe de borracha do vidro com o plástico. É complicado chegar ali, mesmo com uma escova. 

Fora isso, a tampa também poderia vedar por completo mas pelo menos pensaram em deixar as áreas abertas viradas para as laterais, evitando de derramar no painel. A parte externa do produto também é simples de limpar.

Segurança

Assim como nos modelos da linha Daily, a Philips Walita também removeu 2 pés de borracha do Problend 6. Este Ri2136 tem um pé de borracha na frente e um atrás, os outros pés são de plástico. É uma redução de custo pequena para uma perda de estabilidade grande. No Ri2113 o produto andava com muita facilidade. A vantagem deste produto é que a jarra é pesada (1,5kg) com isso ajuda o liquidificador a ficar um pouco mais estável na bancada. Ainda assim, vale ficar de olho caso tenha ingredientes que gerem um desbalanceamento quando batendo!

O cabo de alimentação sai de baixo, não atrapalha, mas poderia ter um alívio. Se puxar acidentalmente pode quebrar, até porque não é um cabo de grande qualidade. 

O encaixe travado é ótimo, mas não há detecção de presença do copo. Se ligada na tomada sem copo o motor irá girar. A vantagem é que o arraste está praticamente dentro de uma parede circular dentro do corpo principal.

Este Problend 6 tem 2 anos de garantia pela Philips Walita. 

Conclusão

A Philips Walita trouxe um liquidificador com um desenho atraente, uma performance razoável e uma jarra de vidro de ótima qualidade, mas penou muito em não permitir que o usuário remova as lâminas para a limpeza. Com uma base larga e um nível de ruído de destaque, podiam ter pelo menos deixado os pés de borracha para não vibrar à toa em superfícies lisas. O produto tem tudo para ser ótimo, mas a Philps Walita decidiu dar um um tiro no pé reduzindo custo em coisas bobas.




Compartilhe:   

        

Comparar produtos

8.6

Philips Walita Problend 6 RI2136

PreçoR$ 276,33

Potência (W) 800
Volume Útil (L) 1.29
Material do copo Vidro
Volume Máximo (L) 2.4
Ruído Médio (dBA) 73
Tampa Dosadora? Sim
Aberturas da tampa Grade e fechada
Acessórios Filtro de suco
Cores Branco
Altura (cm) 40
Largura (cm) 20
Comprimento (cm) 21
Comprimento do Cabo (cm) 85
Funções Pulsar
Garantia Geral (Meses) 24
Modelo RI2136
Peso Total (kg) 3.5
Porta Fio? Não
Variação de Velocidade (%) 24
Base Removível? Não
Velocidades Consideradas 3
Velocidades Declaradas 5
Selo Ruído INMETRO (dBA) 89
Tampa trava na jarra? Sim
Vedação da tampa Parcial
Espessura mínima da Jarra (mm) 5.2
Garantia da Jarra (meses) 24
Jarra trava no corpo? Sim
Pode bater gelo? Sim

Quer receber nossa newsletter?