Blog Harpyja

Quanto custa desidratar alimentos?

( 3 )

Quanto custa desidratar alimentos? | Harpyja

Após avaliar alguns desidratadores diferentes e compreender claramenteo que pode ser feito nesse tipo de produto, decidimos dar um passo além e tirar a dúvida que algumas pessoas possam ter: quanto custa produzir algo no desidratador?

Buscando produtos desidratados no mercado, nos deparamos com a grande diferença no preço da banana, e decidimos investigar pois usamos essa fruta como parte de nossos testes.

Desidratando banana

Quando compramos a banana caturra para fazer os testes, encontramos ela por volta de R$ 2,50/kg; mas encontrando o produto final desidratado no mercado, o valor pode chegar até a R$ 100,00/kg. Será que o custo de produção realmente chega a tanto?

Para testarmos, compramos 2kg de banana caturra para simular a produção. O produto da vez foi o Frugal SF601, que já tem avaliação pela Harpyja. A quantidade foi o suficiente para preencher 5 bandejas e meia das 7 que acompanham o Frugal. Queríamos que o produto ficasse crocante, então cortamos as bananas em rodelas e configuramos a temperatura interna para 70°C por 8 horas.


Em muitos alimentos, especialmente frutas, grande parte do peso é água, então é de se esperar uma diminuição de tamanho e peso do alimento. Ao final do processo, os 2kg se transformaram em 350g de banana desidratada.

Custo de Produção

Para calcular o custo total de produção, é necessário considerar o preço da banana e os gastos com energia elétrica. Esse último é calculado multiplicando o consumo do produto pelo valor do quilowatt-hora (kWh) pago na sua região. Em nossa produção, foram gastos 3,5kWh, contabilizando as taxas de Curitiba, calculamos:

Não parece ser tão caro produzir banana desidratada para consumo próprio; se considerarmos a quantidade de banana desidratada produzida, o valor fica distante do preço encontrado no varejo.

A situação começa a se alterar quando consideramos situações comerciais. O preparo das bananas desidratadas envolve cortar, posicionar e retirar das bandejas, limpeza e outros aspectos que podem aparecer nesse ou em outros alimentos. Essa etapa da nossa produção durou por volta de 40 minutos. Se pretende montar comércio em torno disso, é essencial contabilizar o valor de mão de obra nos custos da produção, e é a partir daqui que entendemos o aumento no valor dos produtos desidratados. Considerando o custo de mão de obra do nosso processo em R$10,00, temos:

E o custo do quilograma do produto aumenta consideravelmente, mais que dobrando:

Por esse motivo, entende-se o preço de mercado. Os produtores comerciais se preocupam não só com a mão de obra, mas também devem contabilizar por embalagem, transporte e outros custos. Nesse sentido, analisando o valor de R$ 100,00/kg, por mais que o preço de desidratação da banana em si seja baixo, os custos de produção como um todo diminuem a margem de lucro.

Como aumentar a margem de lucro?

Algumas medidas podem ser tomadas para aumentar a margem de lucro. A primeira seria melhorar o aproveitamento do desidratador. A quantidade de bananas que utilizamos serve como exemplo, mas não cobriu todas as bandejas do desidratador, diminuindo assim a produção.

Outra medida seria partir para desidratadores mais robustos, de fins comerciais. O Frugal SF601 pode ser suficiente para uso próprio, mas há modelos que lidariam melhor com produção em grandes quantidades.

Imagem 6 de 7 de Desidratador Alimentos Comercial 20 Band Timer 2000w - 220v

Desidratador Alimentos Comercial 20 Band Timer 2000w - 220v

A terceira sugestão é conhecer bem seus gastos durante a produção: desde embalagens à entrega, sem se esquecer do gasto energético. O consumo de seu produto varia principalmente de acordo com a temperatura configurada para o interior. Para o caso do SF601, medimos:

Estes valores não vão ser os mesmos para outros desidratadores, mas servem como indicativo de conhecer bem seu produto para cobrar um preço justo e não sair no prejuízo.


Tantas contas assim podem assustar, mas é importante calcular para cobrar sempre o preço correto. Cobre demais e venda pouco ou cobre pouco e saia no prejuízo. Nenhuma das situações é ideal, e o único jeito de evitá-las é ter cautela. Para facilitar seus cálculos, estamos disponibilizando uma planilha que faz todo o processo sozinha (considerando o consumo do Frugal SF601), você pode acessá-la pelo link a seguir.

Esperamos ter ajudado quem tem essa dúvida, e quem sabe ter inspirado outros a começar seus próprios negócios! Para aqueles já produzindo, dividam sua experiência :-)



Avalie este texto:

Compartilhe este material:

        




Sobre o autor

Aqui você confere as características dos produtos de diversas marcas. Detalhes básicos como design, funcionalidade e descrição.
Somos especialistas em produtos! Escrevemos e executamos testes para eletrodomésticos e eletroeletrônicos para você não se arrepender depois da compra.
Se você quer que esse produto seja testado em nossos laboratórios, comente no box acima.

Quer receber nossa newsletter?