Blog Harpyja

Diferença entre as panelas de pressão comum e elétrica.

( 5 )

Diferença entre as Panelas de Pressão Comum e a Elétrica | Harpyja

Faz alguns anos que a busca por panelas de pressão elétrica cresce, porém este ano a busca dobrou! É um produto interessante com várias diferenças quando comparado com a panela de pressão comum, tipicamente usada no fogão à gás. 

Segue então abaixo vários detalhes que esclarecem essas diferenças, e muitas vezes são fatores decisivos para a compra de uma ou outra.

Controle do calor

Um dos principais itens que diferencia a forma de utilização dessas panelas é devido ao sistema de controle da temperatura do produto. Enquanto na panela comum o controle é feito pelo usuário, na penela de pressão elétrica todo o controle é feito automaticamente. Isso traz algumas vantagens para cada uma das opções.

Conservação do líquido na panela

Controlando a temperatura interna da panela é possível evitar a perda de líquido durante o funcionamento. A maioria das panelas de pressão elétrica trabalham assim, sem deixar vazar vapor durante o preparo.

Isso traz muitas vantagens no preparo com a panela de pressão elétrica:

  1. Não é preciso reabastecer com água a panela durante o preparo
  2. Menos cheiro de alimento na cozinha (tudo está contido na panela)
  3. Menor perda de sabor dos alimentos? (não achei um material científico comprovando isso, mas é comentado por várias fontes)
  4. Não gera barulho quando está funcionando
  5. Menos umidade dentro da cozinha durante o preparo

É possível deixar a válvula aberta das panelas de pressão elétricas, e assim deixar evaporar a água. Em muitas que testamos a saída do vapor não é uniforme e consequentemente acaba espirrando água ao redor da panela. Ou seja, se quer propositalmente evaporar o líquido da panela no preparo, a panela comum vai ser mais interessante.

Despreocupação

A panela de pressão é tratada com uma certa preocupação na cozinha, pois dependendo do erro na utilização, a consequência pode ser grave.

O controle de temperatura através de sensores somado com alguns pontos extra de segurança removem a preocupação quando lidando com a panela de pressão elétrica. Essa despreocupação traz algumas liberdades:

  1. Não é preciso ficar ao lado da panela elétrica. Essas panelas elétricas trabalham com temporizador e depois de atingir o tempo selecionado de funcionamento desligam sozinhas. 
  2. Não necessita de intervenção no controle do calor. As panelas de pressão elétricas quando atingem a temperatura desejada ficam ligando e desligando a resistência. Na panela comum é bom baixar o fogo quando começam a "xiar" para durar mais tempo a água e também economizar recursos (normalmente gás)
  3. Na panela de pressão elétrica não precisa se preocupar com acabar a água.


Funcionalidades Extras

Como é possível automatizar o processo de aquecimento na panela de pressão elétrica, ligando e desligando a resistência, é possível explorar outras funcionalidades. Algumas funcionalidades encontradas:

  1. Grande parte das panelas elétricas tem a opção de manter aquecido o alimento, seja com a panela aberta ou com ela fechada. Varia a temperatura de produto para produto, mas normalmente gira em torno de 72°C. É uma função simples, mas que pode manter o alimento aquecido na mesa, pode ajudar a descongelar alimentos, assim como manter o alimento quente depois de terminar o cozimento.
  2. A opção de cozimento lento. A panela de pressão da Electrolux oferece essa função, podendo deixar a panela de pressão elétrica trabalhando por horas a 90°C
  3. Normalmente as panelas com painel digital oferecem a possibilidade de programar o começo do funcionamento, podendo até ser ligada quando não estiver na cozinha. 
  4. Em ambas as panelas há modelos com opções diferentes de pressão interna. A tramontina oferece uma linha de panelas de ótima qualidade onde mecânicamente é possível mexer na válvula de pressão e com isso ajustar a pressão interna, consequentemente atingindo temperaturas mais altas. 

A PCC20 da Electrolux também oferece opções de pressão no painel. Selecionando pressão mais alta o produto trabalha em temperaturas mais altas.


Estrutura Externa

Fora a parte de controle de temperatura, outro componente chave na diferença dessas panelas é a composição da parte externa da panela. A maioria do corpo das panelas de pressão elétricas são super simples (a panela em si). São peças com espessura pequena, normalmente de alumínio com um anti aderente interno. Algo muito diferente das panelas de pressão comuns que vem com paredes grossas, algumas com camadas na base para lidar melhor com o fogo. 

O que permite a utilização das paredes finas em panelas de pressão elétricas é toda a estrutura externa da panela. Isso além de ser um mecanismo de segurança, também da suporte para ter uma tampa robusta, e conter a pressão interna. Comparando a panela comum com a elétrica há alguns detalhes interessantes:

Contenção de Calor

A estrutura externa da panela de pressão elétrica possui um isolante térmico e com isso há uma contenção de calor muito boa na panela, diferente da panela de pressão comum. Essa contenção de calor contribui para:  

  1. Reduzir o consumo de energia no preparo de alimentos. É impressionante de pensar que uma panela de pressão elétrica gasta somente 350W para aquecer e manter sob pressão 2 litros de água por uma hora. Uma panela de pressão comum irá gastar 3 vezes mais que isso se fosse fazer o trabalho em uma boca de fogão elétrico. Normalmente esse tipo de panela é usado na boca do fogão a gás, e nesse caso o custo (R$) para aquecer a mesma quantidade de água é o dobro do que usando uma panela de pressão elétrica.
  2. Manter o alimento aquecido por mais tempo. Depois que o processo de cozimento acaba a panela de pressão elétrica perde em média 18°C por hora, enquanto uma panela de pressão comum perde 35°C por hora (2 litros de água). Ou seja a panela de pressão comum perda calor 2 vezes mais rápido que a elétrica.

Transporte e Manuseio

  1. Com o calor contido, grande parte a área externa da panela de pressão elétrica se mantém abaixo de 70°C, permitindo ser movimentada com muito mais facilidade depois de terminar o funcionamento 
  2. Mesmo de tampa aberta as paredes conservam o calor por mais tempo e com isso é bom para usar a própria panela para levar o alimento à mesa. Além disso não é nem necessário um descanso de mesa para a panela, pois o fundo também não fica quente.
  3. Algo não relacionado a contenção de calor em si, mas que também ajuda no transporte é como são as alças dessas panelas elétricas, sem um cabo longo. É fácil de transportar e fácil de colocar na mesa.
  4. Por outro lado a panela de pressão elétrica é chata de virar, caso queira remover o alimento de dentro da panela. A panela interna, onde o alimento fica, é solta e se virar o produto inteiro, a panela interna vai virar junto com o alimento. 

Complexidade

O ponto final que diferencia essas duas panelas é a complexidade do produto em si. As panelas de pressão comuns são mais simples, não possuem circuitos elétricos e possuem menos componentes. Isso traz pontos fortes e fracos:

Limpeza

A limpeza de cada uma é diferente e aqui é algo discutível de qual é mais fácil. As panelas de pressão comuns podem ser mergulhadas embaixo d'água. Todas as peças são laváveis. Na panela de pressão elétrica a tampa é lavável e a panela interna também é, porém todos os outros compomentes exigem um cuidado a mais. Normalmente não há necessidade de uma limpeza pesada nessas peças, mas assim mesmo vale ter isso em mente. Por outro lado a panela comum possui normalmente um cabo grande e um peso considerável. Na balança qual é mais fácil de lavar é discutível.

Velocidade de aquecimento

As panelas de pressão comuns, não possuem fonte de calor embutida, e isso pode torná-las mais flexíveis. Podem ser colocadas na boca de fogão, indução ou mesmo em uma resistência elétrica. Isso pode ajudar a acelerar o processo de aquecimento, pois é possível usar uma boca de mais de 3000W para aquecer, enquanto em uma panela elétrica a potência máxima é sempre a única disponível no fundo da panela.

Por sinal, em uma boca de fogão média (2000W) uma panela de pressão comum é por volta de 20% mais rápida no aquecimento que uma panela elétrica. Se usada uma chama tripla para esse trabalho, a velocidade de aquecimento é ainda mais veloz. Ou seja, para aqueles buscando velocidade, a panela de pressão comum é o caminho.

Temperatura máxima

As panelas de pressão comuns normalmente trabalham com temperaturas mais altas que as panelas de pressão elétricas. Ou seja, o preparo de alimentos nas panelas elétricas será um pouco mais lento. Há panelas elétricas atingindo temperaturas de panelas de pressão comuns (acima de 110°C), mas aí vale dar uma olhada nas características da Harpyja para ver quais são.

Robustez

As panelas de pressão comuns são normalmente feitas com uma boa camada de metal, paredes grossas para suportar a pressão. Sendo assim, sua estrutura é mais robusta. É um produto mais resistente a pancadas. As panelas de pressão elétricas tem normalmente uma camada fina de aço inoxidável na sua lateral, sendo fácil de amassar. De uma forma geral, uma panela de pressão comum tende a durar mais tempo que uma panela de pressão elétrica.

Custo

O custo desses produtos variam, independente da panela ser comum ou elétrica. Uma panela de pressão bem simples sairá mais barata que uma panela de pressão elétrica, porém um modelo com controle de temperatura como a Tramontina Solar custa mais caro que a maioria das panelas de pressão elétricas. Ou seja, se buscar algo de alta qualidade, os valores se equiparam. Abaixo a foto da panela de pressão Tramontina Solar.


Resumindo

Para aqueles que buscam tudo mastigado, segue aqui uma tabela com a maioria dos pontos trazidos acima.


Conclusão

O comportamento das panelas de pressão elétricas é muito diferente das panelas de pressão comuns. As versões elétricas trazem maior autonomia, segurança, funcionalidades e economia no consumo. Por outro lado as panelas comuns podem ser mais rápidas no aquecimento, mais fáceis de remover os alimentos da panela e são mais robustas a impacto. Agora, qual é a ideal para você é uma particularidade que seria legal se pudesse compartilhar nos comentários abaixo.


Avalie este texto:


Compartilhe:   

        


Sobre o autor

Cirilo Cavalli é um engenheiro detalhista e criterioso. Passou mais de 10 anos desenvolvendo tecnologias e testes para eletrodomésticos ao redor do globo. Ele possui grande paixão pelo que faz e se preocupa em sempre trazer informação clara e útil utilizando dados para auxiliar seus leitores a tomarem as decisões mais adquadas para os produtos que buscam.

Quer receber nossa newsletter?