Avaliação

Cozinha Eletroportáteis Micro-ondas

Pontos fortes

  • Desempenho de aquecimento bom
  • Volume Grande
  • Painel Simples, prático

Pontos fracos

  • Função descongelar limitada
  • Não possui seleção de potência
  • Ruído acima da média
Harpyja no Telegram

Avaliação do Micro-Ondas Continental MC34 com 34 litros | Harpyja

Desde 2017 a Electrolux tomou posse da marca Continental, dando um passo interessante para a empresa diversificar seu estilo de produtos. Com a marca Continental a Electrolux entrou no mercado trazendo uma missão bem direta: “simplificar a vida das pessoas”. Este é o segundo produto da Continental que testamos e pelo desenho e comportamento deste micro-ondas realmente estão trabalhando fortemente nessa linha de simplificar. 

O fogão que testamos antes era bem direto ao ponto, porém um fogão já segue normalmente essa linha. Agora, quando se tratando de micro-ondas, é comum encherem o produto de botões, complicando até para fazer o básico. 

A Continental entregou um painel muito mais limpo que a maioria presente no mercado. Apesar de um pouco pesado por ser quase todo preto, com detalhes em branco e alaranjado, agradou a harmonização dos botões e simplicidade do que está presente. Há funções confusas, mas não tem muito segredo depois de entender a lógica do produto. 

Há duas versões do produto o MC34B em branco e o MC34S em prata. A diferença entre os dois produtos está somente na cor. 

Na casca externa o forno é metálico em todas as faces exceto a frente, com uma chapa em “U” pintada de branco cobrindo o topo e as laterais. A traseira também é pintada de branco. 


Na frente a porta possui bordas plásticas e um vidro no centro. A tela furada interna, para evitar a saída de micro-ondas, é preta e na parte da frente o vidro também tem um desenho de listras pretas. Por sinal, essas listras seguem o mesmo padrão do fogão da Continental


A cavidade interna é clara, inteira branca com 30 litros de volume. A área útil medida ficou com 22 litros (volume cilíndrico usando o diâmetro até a distância da parede mais próxima do centro até o teto da cavidade). O desenho da cavidade é praticamente o mesmo usado no MEO44 da Electrolux, até mesmo na furação dos respiros. Foto abaixo mostra o Electrolux MEO44 na esquerda e o Continental MC34B na direita


Painel

Mesmo mais simplificado que a maioria dos micro-ondas, o painel ainda possui várias teclas. É uma película preta com quase toda a escrita em branco ou alaranjado. 

O display de 4 caracteres também é com segmentos em laranja. É agradável a interface, com caracteres que dão boa visibilidade.


Acima do display estão ações imediatas, que ocorrem apertando somente um botão. Ali estão: 

  • Limpa fácil: 10 minutos, sendo 3 minutos emitindo calor e 7 minutos somente contando o tempo. Não é clara utilidade da função
  • Ligar/desligar o display: Liga e desliga o relogio quando o produto não está em funcionamento. 
  • Travar/Destravar o painel
  • Ligar/Desligar o som das teclas

O texto sobre o botão da iluminação é para atentar o usuário de que se deixar o relógio desligado, ainda é possível usá-lo. Assim que apertado o botão do micro-ondas o display acende, mostra a hora e depois automaticamente desliga. Uma função simples, mas muito agradável para aqueles que não querem ficar com o painel sempre ligado.

Abaixo dessas funções há 6 receitas pré programadas: Brigadeiro, fritar ovo, pré cozinhar feijão, pipoca, batata e arroz. Interessante as opções disponíveis. Será que fritar ovo realmente é algo que comumente fazem no micro-ondas? A maioria das receitas trabalha na potência máxima, exceto arroz e brigadeiro que mudam a potência durante o preparo. 


Abaixo das receitas estão as opções de descongelar, esquentar ou cozinhar. Basicamente essa é a linha de trabalho manual. Não há como selecionar a % de potência, somente descongelar que entrega 40% da potência, o esquentar que entrega 80% da potência máxima e o cozinhar que entrega 100% da potência.

Algo que simplifica consideravelmente o visual do painel é a ausência do teclado numérico, substituído pelos botões “+5min”, “+1min”, “+10s”. 

A programação é simples, basta apertar a opção de calor e ir adicionando o tempo apertando os botões para acrescentar tempo. Dependendo do número desejado pode não ser muito vantajoso o teclado com 3 opções, mas em grande parte dos casos, atende bem. 

O que incomoda é que não dá para saber qual opção foi escolhida assim que se aperta “congelar”,  “esquentar” ou “cozinhar”. Somente mostra o tempo. Demorou um pouco para confiar que a opção congelar havia sido apertada. Principalmente porque se não for apertado nenhum dos meios de aquecimento o sistema automaticamente adota o “cozinhar”, então trabalha na potência máxima. 

Os últimos botões na parte inferior são similares a maioria dos produtos do mercado, com o cancelar no lado esquerdo e o “iniciar/+30s”. 

Desempenho

O aquecimento do micro-ondas é bom. Distribuição de calor boa. Há uma concentração de calor no centro do produto, mas não é grave. Assim mesmo, se fazendo um alimento por muito tempo no micro-ondas, vale relocar o alimento por volta da metade do ciclo para evitar o super aquecimento em um ponto específico. 

O descongelar está programado para lidar com líquidos como molhos ou feijão. Quando usando para carnes o descongelamento é agressivo demais e acaba cozinhando os alimentos no processo. Infelizmente pela simplificação não há opção para reduzir a potência então não há muita alternativa para descongelamento de carnes. 

O consumo em standby tem duas potências diferentes, com o painel ligado e com ele desligado. Com o relógio ligado o consumo é maior, em torno de 0,3W. Desligando o display (consequentemente o visor do relógio) o consumo é 0,16W. basicamente 0,005kwh/dia. 

A potência do produto em funcionamento quando iniciando chega próximo de 1600W. Quando o magnetron e transformador aquecem a potência cai para em torno de 1400W. É normal esse tipo de comportamento em micro-ondas.

A amplitude sonora do produto com o magnetron ligado é bem acima da média. Passou de 60dbA. Quando o magnetron desliga chega a quase cair 10dbA, o que é muita coisa!. Na média ficou entre o micro-ondas LG MR3052 e o Electrolux MEO44

Limpeza e Segurança

Na cavidade interna o produto atende bem na questão de limpeza. As paredes são brancas, fácil de ver as sujeiras, e o esmalte da parede é bom. Somente a mica que esconde a antena do micro-ondas poderia ser melhor. Dependendo do que espirra ali pode manchar. 

Na parte externa não há muitos cantos para acúmulo de sujeira. A película preta é lustrosa então deve evitar passar esponja ou material abrasivo, pois riscos ficarão bem evidentes. Ela parece fosca quando nova devido a um plástico transparente sobre a película. Por sinal no fosco esconde mais as marcas então de repente até vale deixar o plástico, pois nem aparece :-)

O cabo de alimentação possui 103 centímetros e o plug é em 90 graus para facilitar conectar em tomadas que fiquem atrás do micro-ondas. 

É importante possuir um aterramento em casa pois em alguns pontos há fuga de corrente. As áreas externas trabalham praticamente frias, mesmo com o produto funcionando por longos períodos.

O MC34 possui um ano de garantia pelo fabricante. 

Conclusão

A Continental trouxe um desenho agradável com um painel simples fácil de ler. Faltou alguns detalhes para ficar claro quando escolhendo potências menores e faltou a opção para poder controlar melhor a potência entregue. Assim mesmo, para aqueles que buscam um micro-ondas para executar o básico, o produto está com bom desempenho e fácil acionamento das principais funções. 


Compartilhe este material:

        


Compre aqui:

Quer receber nossa newsletter?