Avaliação

Desempenho e Funções

9.4

Design

10.0

Praticidade

9.0

Limpeza

7.7

Segurança

9.1

Outros pontos

10.0

Nota Geral

9.9

Custo-Benefício

1

Pontos fortes

  • ótimo design e acabaento
  • Interface prática e funcionalidades boas
  • Lateral não esquenta excessivamente

Pontos fracos

  • Cabo curto
  • Espaço para enrolar o cabo deixa a desejar
  • Não tem acesso para limpeza completa do fundo
Nos apoie para que os testes continuem

Avaliação da Torradeira Oster Chrome | Harpyja

Apesar do nome Chrome (cromado) esta Oster vem com a lateral em aço inoxidável escovado na cor prata e pintada de vermelho. São peças muito atraentes com ótimo acabamento. A lateral delas é realmente de metal, diferente da Oster Square que é inteira de plástico, somente pintada com vermelho metálico. 


Na área plástica e botões a Oster Chrome também manteve o padrão de acabamento. A estrutura lateral é de polipropileno (plástico mole) preto, sem rechupes somente com leves deformações no encontro do metal com o plástico. No topo há uma chapa de inox espelhada com uma canaleta separando da parte plástica. Nessa canaleta que ficou algo desagradável, uma dobra de chapa visível, mas tem que procurar para achar. É mais incômodo para a limpeza do que para a estética. 

Funcionalidades

Há um seletor e cinco botões com LED na lateral. O seletor determina o quanto escuro se deseja o pão, como padrão das torradeiras do mercado. As funções dos botões são representadas por ícones. O primeiro ícone é o de tostagem normal. Quando ligando a torradeira sem apertar nada é esse o LED que acende. 


O segundo botão é para fazer bagels. Bagel não é um alimento muito comum no Brasil, é de origem polonesa, mas hoje é muito consumido por americanos. Basicamente é um pão em formato de doughnut e é cortado no meio para colocar na torradeira. Na função bagel a ideia é somente aquecer o centro do bagel e para fazer isso somente as resistências do centro são ligadas. Pode também ser útil para aquecer o centro de um pão francês sem queimar sua parte externa. 

O terceiro botão é o descongelar e esse basicamente acrescenta 30 segundos no preparo de qualquer nível. Ou seja, se escolher um nível que deixa a torradeira ligada por 90 segundos, se selecionar o descongelar a torradeira ficará ligada por 120 minutos. 

O quarto botão é o aquecer e essa função independente do seletor só deixará a torradeira ligada por 30 segundos. 

O último botão foi colocado no lado oposto ao seletor, e é para cancelar o ciclo e liberar o pão. É uma ótima posição, pois não se confunde com outras funcionalidades que são para o preparo. 

Desempenho

A maioria das torradeiras atualmente são muito similares na estrutura interna. As torradeiras mais largas usam uma grade para centrar o pão e isso ajuda a garantir a homogeniedade entre os lados do pão. 

Quando se tratando de homogeniedade entre as faces, esta Oster se saiu bem, mas deixou o centro um pouco mais tostado que a parte externa. Assim mesmo é algo pouco perceptível. O ponto mais evidente é no canto de baixo de um dos lados onde o pão acaba aquecendo mais que os outros pontos. A profundidade dela é acima da média, podendo colocar pães com até 12 centímetros e tostando por inteiro.