Blog Harpyja

Iogurte Caseiro e os detalhes para acertar de primeira!

( 5 )

Iogurte Caseiro e os detalhes para acertar de primeira!

O iogurte natural faz parte da rotina matinal de muitos cafés da manhã e também está presente em muitas receitas. Desde um simples molho para salada, até o elaborado e queridinho de muitos, o bolo red velvet. Há diversas opções disponíveis no mercado, mas você sabia que fazê-lo em casa é simples e até mais barato que o industrializado? Sem contar na possibilidade de reduzir o consumo de industrializados. 

O que é iogurte?

Iogurte é basicamente um leite fermentado através de uma colônia de bactérias (normalmente Lactobacillus bulgaricus e Streptococcus thermophilus). Essas bactérias consomem a lactose do leite gerando ácido lático, que dá o gosto levemente azedo ao iogurte. 

A receita é a parte mais simples do preparo do iogurte, mas para acertar e poder explorar, vale entender um pouco do processo e dos elementos utilizados no preparo.

Para ter iogurte, bastam cinco elementos: leite, uma colônia de bactérias, um recipiente para a fermentação, temperatura adequada e tempo. 

Leite

Tipicamente o leite usado é o de vaca, mas pode ser feito com outros (cabra, búfalo, ovelha, etc). O importante é obter o leite menos industrializado possível. Caso não seja pasteurizado, é importante ferver antes do preparo para eliminar outros tipos de microrganismos indesejáveis no processo de fermentação. 

O iogurte inicial (starter)

A colônia de bactérias que realizará a fermentação pode ser obtida através de um iogurte comprado no mercado, porém busque o mais natural possível. Olhando no rótulo pegue um iogurte que tenha somente leite e fermento lácteo como ingredientes. Nada de sabores aqui!

Depois de fazer o primeiro iogurte é possível separar uma pequena parte da produção para o próximo iogurte. Aí não precisará mais comprar iogurte por um bom tempo! 


Recipiente

O terceiro elemento é o recipiente. É importante usar um material inerte como vidro ou inox pois podem ser limpos por completo, evitando remanescente de microrganismos antes do preparo. Esse recipiente deve ser fechado com uma tampa, para que o processo de fermentação não seja contaminado. O ideal é jogar água fervida no recipiente antes de usá-lo para garantir uma limpeza profunda. Lembre, o iogurte é uma bebida viva, e deixando outros organismos vivos ali dentro no processo, aumenta a chance de proliferar outros bichinhos indesejáveis. 


Temperatura

A temperatura adequada é crucial para um bom iogurte. Um ambiente frio reduz consideravelmente o processo de fermentação e com isso prejudica também a qualidade do iogurte. A temperatura ideal para a fermentação do iogurte é entre 43°C e 46°C. Quanto mais próxima a temperatura ficar desses números, melhor será o resultado do iogurte. 

Para garantir essa condição muita gente busca meios criativos para conter a temperatura. Alguns enrolam o recipiente em cobertor, outros colocam a panela fechada sobre uma luz quente, e também tem gente que coloca bolsa de água quente dentro de caixa de isopor. Caso você tenha uma forma diferente dessas, comente aí :-)

Para aqueles que buscam maior praticidade no controle de temperatura há iogurteiras no mercado que basicamente mantém a temperatura do recipiente acima de 40°C. 

Segue abaixo alguns links de iogurteiras e produtos que tem a função iogurte. Clicando neles você vai direto para as lojas. 

Iogurteira Naturalle Cadence IOG100-BIV 1 Litro - Bivolt


IOGURTEIRA CINZA + DESSORADOR (Preparo de Iogurte Grego) 


A Midea tem uma panela de pressão elétrica que tem a função iogurte.

Multicooker Midea Exclusive 6L


E a LG tem um microondas com função iogurte.

Microondas LG Neochef 42 litros

microondas lg

Por sinal esses são ótimos produtos para a Harpyja investigar a eficiência da produção de iogurte futuramente. 

Tempo

O último elemento para o preparo do iogurte é o que determina se um iogurte ficará líquido, pastoso, talhado, mais ou menos azedo. 

Durante horas essa mistura ficará fermentando e quanto mais tempo ficar, mais azedo também será o resultado. 

O tempo ideal vai variar de acordo com a matéria prima e a temperatura. Se sua panela não conter o calor, exigirá mais tempo. Se colocar menos bactérias também exigirá mais tempo para fermentar até a coagulação ocorrer.

Um iogurte pode ficar pronto depois de 3 horas fermentando se as condições forem adequadas, mas para dar o ponto desejado tem gente que deixa até 12 horas. 

Basicamente se for fazer em uma panela normal, que perderá calor durante o processo, vale deixar a noite toda fermentando. Agora, se usar uma iogurteira, raramente precisará mais que 8 horas de trabalho. 

Resumindo, o ideal é experimentar com diferentes insumos, brincar com o tempo de preparo até achar o ponto e sabor ideal para você.

Mas para começar segue uma receita de como fazer iogurte natural em casa e também um passo extra para caso deseje iogurte grego.

Receita tradicional 

  • Usando leite pasteurizado, aqueça o leite até 45°C. O ideal é aquecer o leite de forma lenta, ou se aquecer demais, esperar esfriar de forma lenta. 
  • É importante também trazer o iogurte para uma temperatura ambiente, para evitar que resfrie o leite quando misturado. 
  • Ferva o recipiente ou despeje água fervida sobre ele para eliminar o que tiver de microrganismos ali. Evite produtos de limpeza para não matar as bactérias que serão postas no recipiente. Garanta que o recipiente esteja quente para também não perder a temperatura do leite no processo.
  • Assim que misturar o leite com a colônia de bactérias, misture bem a solução e use o método que achar melhor para manter a temperatura controlada em torno de 43°C. 
  • Depois de 5 horas vale conferir como está o estado iogurte. Se ainda não estiver na consistência que está buscando, deixe mais tempo. Só tome cuidado, pois depois de um certo período o leite vai começar a talhar. 
  • Depois de pronto é possível adicionar frutas, açúcar ou o que desejar para dar mais sabor para o iogurte. Deste ponto para frente o local de armazenamento é o refrigerador, podendo ficar lá por alguns dias (tem gente que deixa 7 dias, mas pode ser demais).

Iogurte Grego

A partir deste iogurte caseiro, é possível fazer o iogurte grego. 

Será preciso:

  • 1 peneira
  • 1 coador de pano ou pano de prato limpo
  • 1 jarra

Coloque na jarra a peneira, nela o pano, adicione o iogurte e cubra. Caso seja usado o coador de pano, não precisa da peneira e nem do pano de prato. Deixe descansar por 12 horas no refrigerador, até que o soro do iogurte desça para a jarra. Repita esse processo até que o soro todo tenha saído. 

Você pode adicionar frutas, essência de baunilha, leite em pó e o que mais sua criatividade e estômago puderem imaginar!

Acessório extra

Independente de usar a panela ou a iogurteira, um termômetro pode ser algo interessante para se ter. Segue aqui alguns termômetros para facilitar não somente o preparo do iogurte mas também outros pratos da cozinha.